Pix ou Paypal: giganalise@gmail.com

Modelo atual da animação japonesa será insustentável! Afirma presidente do estúdio Wit.

シャングリラ・フロンティア 2, Shangri-la Frontier 2
A indústria de animes sofreu diversas transformações ao longo das décadas, algumas alterando bastante seus caminhos em relação ao passado.

Apesar do crescimento expressivo desde o streaming com muitos estúdios iniciantes tentando a sorte grande, é notável os problemas vigentes incluindo prazos curtos e uma grande falta de criatividade e inovação nas histórias apresentadas.

O resultado, além de muitos animes abaixo da média, é a aquela sensação de mais do mesmo há cada temporada afastando pessoas mais seletivas quanto ao que assistem.

Bons títulos ainda surgem atualmente sendo o caso de Sousou no Frieren, entretanto, como mencionamos em nosso artigo "Como Escolhemos Os Animes Que Assistimos Em Cada Temporada?", eles representam uma minúscula fração do total.

Em entrevista recente Jouji Wada (George Wada), presidente do estúdio Wit, afirmou existir uma disparidade maior entre o ritmo de produção e a qualidade das séries entregues, o que eventualmente se tornará insustentável com o desgaste sobre os animadores.

Segundo Terumi Nishii, diretora de animação do filme "Jujutsu Kaisen Zero", alguns estúdios estão quebrando e outros podem vir a falência caso não repensem a forma como trabalham.

Em nossa opinião, se comparada há outras fontes de entretenimento tipo cinema e games a indústria de animes corre maior risco de perda de adeptos. Além das razões já citadas hoje impera a ideia de gerar maior lucro com o menor custo possível ao invés de produzir arte como era pauta em décadas anteriores.

O que acha do assunto? Deixe sua opinião nos comentários.

* Post linkado de acordo com políticas de compartilhamento.

Referências: KudasaiKudasai 2

Anime News, Anime Notícias