Como alguém que segue a indústria de animes há alguns anos encontrei séries ótimas, boas, medianas e ruins.

Não raramente acompanhei títulos que pareciam bons mas no fim tornaram-se decepções e outros que não dava nada porém acabaram surpreendendo.

Com esta experiência listo abaixo três dicas que podem ajudar os iniciantes no mundo dos animes a descobrirem se um título é bom ou ruim logo nos primeiros episódios.

Lembrando que não sou dono da verdade e sempre existem exceções então use as dicas com cautela e julgamento próprio.

1. ANIMAÇÃO RUIM, HISTÓRIA RUIM.

Quando uma série apresenta animação precária, design distorcido, direção de arte pobre e uma visível falta de quadros logo nos 2 ou 3 episódios iniciais, é muito provável que a história não seja lá essas coisas.

Acontece que aquele mangá ou light novel clichê de enredo pouco inovador, até mesmo preguiçoso e plagiado de outras obras, acaba vendendo algumas centenas de milhares de cópias por está no embolo de um estilo difundido como o "isekai", por exemplo.

Em face disso um comitê de produção é criado tendo o seguinte objetivo: "Levantemos um orçamento pequeno e escolhamos um estúdio mediano para a produção, quem sabem não vende!" 

E daí não tem jeito. Se o anime está notoriamente ruim no começo geralmente prossegue assim até o encerramento.

2. DIÁLOGOS EXCESSIVOS E DESNECESSÁRIOS.

Isto ocorre bastante com estúdios sem bons profissionais e com baixo orçamento a administrar. É evidente que os personagens necessitam conversar entre si para desenvolver a história, no entanto, a falta de recursos humanos e financeiros leva o diretor geral e criar truques para cobrir o tempo dos episódios.

O mais comum é "enrolar" ou "fazer cera" utilizando tomadas de cenas com poucos movimentos estendendo os diálogos. Não demora muito para o tédio e frustração tomar conta de quem assiste deixando o anime massante.

3. EXPECTATIVA VERSUS REALIDADE.

Você pode não admitir mas o que espera de um anime, game ou filme antes da estreia impacta grandemente a opinião que formará sobre ele. Isto é ainda mais verdade quando jugamos novos títulos baseados em obras que curtimos no passado. Fãs de shonens e séries de ação, por exemplo, podem julgar dramas e slice of lifes desinteressantes tendo ou não assistido o conteúdo.

Você pode desejar cenas cômicas, espalhafatosas ou românticas porém receber algo mais dramático do que o previsto. Enfim, entenda bem a real proposta do anime antes de assisti-lo para evitar frustrações com expectativas não supridas.

Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira outras postagens em nossa Home.

Nos siga nas redes sociais.

Valeu e até a próxima.