O Japão é visto no ocidente como um país desenvolvido habitado por pessoas educadas e disciplinadas.

Apesar do imenso carinho pela cultura e animação nipônica o fato é que toda nação tem questões que precisam ser trabalhadas.

Por lá alguns dos principais problemas estão relacionados a rotina de trabalho exaustiva e a discriminação contra mães solteiras. Estes assuntos foram temas do 8° episódio de Ikebukuro West Gate Park, anime em exibição produzido pela Doga Kobo.

No Japão mães separadas são vistas como mulheres que fracassaram em manter um bom lar e família. Esta visão social as vezes dificulta a presença dessas jovens no mercado de trabalho ou mesmo a construção de um novo relacionamento.

Ikebukuro segue várias gangues de jovens que comandam um dos distritos mais ricos e conhecidos de Tóquio. O protagonista Makoto, sempre disposto a atender pedidos de indivíduos necessitados, precisou agir rápido para ajudar uma mãe solteira prestes a entrar em colapso devido suas dificuldades financeiras, longas horas de trabalho noturno e incapacidade de cuidar do filho pequeno.

Buscando saída ela acaba em um relacionamento com um sujeito do mundo da prostituição o que a levaria há um péssimo destino se não fosse a ajuda de Makoto.

Ikebukuro é baseado em um live-action de sucesso no Japão no início dos anos 2000. Sendo mais uma reimaginação do que um remake a série traz boa animação, narrativa jovem e urbana. Confira as imagens abaixo.


Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira outras postagens em nossa Home.

Nos siga nas redes sociais.

Valeu e até a próxima.