Observação: Este artigo foi escrito tendo em mente principalmente aqueles(as) que ainda não conhecem K-On!. 

Será um review contextual sem grande aprofundamento no enredo evitando maiores spoilers no entanto abordará comentários sobre o mangá, o autor, as protagonistas, algumas informações extras as quais mesmo quem assistiu ao anime talvez não saiba além de falarmos um pouco sobre as virtudes e polêmicas recentes envolvendo o estúdio Kyoto Animation, ainda considerado um dos 5 melhores do Japão.

O texto cobre a série completa indo desde as duas temporadas até o filme lançado posteriormente. Será um artigo longo e para sua melhor experiência recomendo ler a versão de desktop.

K-On! é um daqueles animes feitos com muito profissionalismo, capricho, forte sentimento de amizade, bom desenvolvimento e excelente timing cômico estando gravado na mente e coração de quem o assistiu. 

Tendo personagens construídas com carinho este resultado foi possível graças ao nível de comprometimento e atenção redobrada aos mínimos detalhes.

O estúdio Kyoto Animation é conhecido por ser bastante autoral. Mesmo que seus trabalhos sejam baseados em algum mangá ou light novel ele expande e aprofunda o enredo de tal modo que transforma o anime final em algo único, distinto e bem superior ao material original.

K-On! é na verdade um mangá curto de 6 volumes escrito e ilustrado pelo autor Kakifly entre 2007 e 2012. O material aborda 2 estágios das protagonistas sendo o primeiro a fase colegial (vista no anime) e o segundo o período da faculdade que, detalhe, não foi adaptado embora nas "endings" inúmeras vezes as personagens tenham aparência mais adulta. Isso por muitos anos levantou a hipótese da Kyoto Animation produzir uma nova série algo que até hoje nunca aconteceu. No final do texto deixo um vídeo compilado com todas as opens e endings do anime, confira!

E antes de continuarmos destaco que em 2018 o autor Kakifly decidiu continuar a história com um novo mangá chamado "K-On! Shuffle" trazendo nova protagonista se passando alguns anos após o K-On! original.

POR QUE K-ON!?

A história é centrada em 5 garotas colegiais que formam um clube e uma banda escolar com o intuito de cantar música jovem. O título vem da palavra japonesa "Keiongaku" (ou Keionbu) que de forma literal significa Clube de Música Leve mas pode ser interpretada como Clube de Música Moderna, Pop ou Jovem. Tudo o que o autor fez foi romanizar e estilizar o título e assim Keionbu virou K-On!

A banda das garotas posteriormente receberia o nome de Houkago Tea Time (HTT) com várias músicas originais que marcaram a série tipo "Fuwa Fuwa Time!", Pure Pure Heart! e  Cagayaki Girls!

CINCO GAROTAS MUITO SIMPÁTICAS!

As protagonistas são Yui, Mio, Azusa, Mugi e Ritsu dubladas respectivamente por Aki Toyosaki, Yoko Hikasa, Ayana Taketatsu, Minako Kotobuki e Satomi SatoEmbora todas contribuam de forma relevante na história se tivéssemos que destacar uma esta seria a Yui, uma garota extremamente cômica, alegre, confusa, atrapalhada, boba em vários aspectos, preguiçosa e infantil de acordo com as circunstâncias mas bondosa, companheira e espontânea. Ela adora doces e mesmo não tocando instrumento algum em breve iria adquirir sua primeira guitarra.
Mio é séria, estudiosa, canhota e toca baixo mas é extremamente constrangida em público além de morrer de medo com histórias de terror e coisas ocultas. Ela é amiga de infância de Ritsu que toca bateria sendo bastante amolecada aproveitando a fraqueza da colega para criar histórias cabulosas que como recompensa rendem uns bons cascudos mesmo que as vezes não tenha culpa.
Mugi é a quarta integrante da turma e toca teclado sendo uma garota rica, educada, bastante companheira e amistosa mas devido o status econômico da família raramente teve contato com coisas simples que qualquer adolescente japonesa está acostumada. Em consequência ela demonstra grande interesse por situações triviais tipo ir a um festival de Primavera ou comer yakisoba pela primeira vez. Mugi é a responsável pelas inúmeras seções de chá com bolo que as garotas costumam apreciar enquanto estão na sala do clube.
E por fim a Azusa, apelidada carinhosamente de Azunyan, toca guitarra. Ela é um ano mais nova que as demais e decidiu entrar no clube comovida por uma apresentação das garotas na escola. No entanto Azusa logo irá descobrir que as novas amigas passam mais tempo tomando chá do que ensaiando de verdade. Isto de início a deixa bastante frustrada porém o afeto e amizade entre as 5 já estava consolidado sendo tarde demais para sair da turma.

COADJUVANTES

K-On! apresenta ainda algumas coadjuvantes de relativa importância incluindo a professora Sawako, as alunas Nodoka, Jun e Ui além da pequena tartagura Ton-chan.
Sawako (dublada por Asami Sanada) no passado fez parte do mesmo clube onde era uma roqueira insana à procura por impressionar um colega de sala. Mas hoje tudo (ou quase tudo) mudou e ela é uma professora respeitada e admirada pelos alunos fazendo o impossível para esconder o passado negro embora tenha lá algumas manias e comportamentos levemente impróprios para uma mulher adulta incliundo "obrigar" as protagonistas a fazerem cosplays sempre que encontra uma oportunidade.
Nodoka (dublada por Chika Fujitou) é a presidente do conselho estudantil. Madura, educada, tranquila e compreensiva ela é amiga de Yui desde o jardim de infância. Já Ui tem uma personalidade doce e prestativa geralmente cuidando de Yui quando a irmã mais velha se mete em confusão. Por isso muitas vezes as demais garotas acreditam que os papeis de onee-san e imouto foram trocados.
E por fim Jun é colega de Ui e Azusa. Ela surge apenas na segunda temporada dona de um temperamento levemente crítico e cabelos ondulados que se tornam rebeldes de acordo com a umidade. Por isso a vemos sempre com as mechas presas em dois coques laterais na cabeça. Jun pretendia fazer parte do clube mas isso seria objetivo para o ano posterior à formatura das protagonistas e desse modo não foi adaptado em detalhes no anime.

K-ON! PRIMEIRA TEMPORADA.

A Season One veio ao ar na Primavera/2009 totalizando 13 episódios mostrando a formação do novo clube e a entrada de Yui na turma. Ajudada pelas demais ela compra sua primeira guitarra do tipo Lespaul a qual carinhosamente chama de "guitah". Nesta temporada Azusa e a professora Sawako também são apresentadas. 
Por ser um anime de narrativa muito cotidiana as dubladoras estavam a vontade para interpretar seus papéis. A química entre elas só iria crescer e K-On! conseguia a façanha de ser slice of life e não ser chato pois a interpretação dava vivacidade as personagens.

De cara o anime conquistou fãs pelo design absurdamente carismático com bochechas arredondadas e olhos decaídos em formato de castanha. A trilha sonora era sensacional, original, cômica e inspirada. A animação tinha boa qualidade com atenção aos mínimos movimentos embora existissem pontos a serem melhorados tipo uma paleta de cores mais vibrante, design menos distorcido e maiores detalhes nas mechas de cabelo.

K-On! foi um sucesso alcançando nota 7.85/10 no Myanimelist com mais de 623.000 membros no perfil e mais de 339.000 usuários votantes figurando até hoje na 93º posição entre os mais populares de todos os tempos do website (Observação: Esta nota e posição são atribuídas pelos usuários e podem variar com novos votos computados).

K-ON!! SEGUNDA TEMPORADA.

A Kyoto Animation já tinha planos de continuação e com a boa recepção a Segunda Temporada estreou um ano depois na Primavera/2010 mais grandiosa com melhorias significativas no visual, que já era bom, agora tendo 27 episódios
Um detalhe importante: A história na verdade percorre até o final com 24 episódios. Os 3 últimos passam a impressão de serem histórias extras mas acontecendo cronologicamente dentro da temporada. Não sei dizer se foram produzidos assim ou vieram posteriormente em formato de OVAs.

O primeiro desses episódios extras (seria o 25) é centrado na tentativa da professora Sawako em produzir um vídeo promocional com as garotas em busca de conseguir novos alunos para o clube de música. O segundo extra (seria o 26), bastante cômico por sinal, se desenvolve bem antes acompanhando os primeiros dias de Azusa como integrante do clube além de uma visita da turma a professora que estava resfriada. E por fim o terceiro episódio (seria o 27) se passa antes do final acompanhando as garotas tirando passaportes já que fariam uma viagem comemorativa antes da formatura. Este episódio seria o gancho para o filme que comentarei mais abaixo.

Cômica, muito bem produzida e memorável a segunda temporada foi outro sucesso obtendo nota 8.15/10 no Myanimelist com mais de 405.000 membros no perfil e mais de 218.000 usuários votantes mantendo até hoje a 222ª posição entre os mais populares do website. A partir deste ponto K-ON! garantia um lugar especial na história moderna da animação japonesa. (Observação: Esta nota e posição são atribuídas pelos usuários e podem variar com novos votos computados).

K-ON! O FILME.

Logo ao final da Season 2 a Kyoto Animation anunciou que estava produzindo um filme que fecharia a série com honras. A história se passa antes e durante o último episódio mostrando a viagem que as cincos garotas fizeram a cidade de Londres na Inglaterra
Aqui o estúdio alcançou o ápice com uma pesquisa incrível dos locais onde as personagens iriam passar. O longa-metragem tinha a melhor animação, direção de arte e fotografia de toda a série e o design das personagens se apresentava muito polido e bem definido. A evolução, mesmo em comparação a marcante Season 2, era perceptível.

A história se encerra com a volta das garotas ao Japão e uma última apresentação da banda antes da formatura com direito a uma reprise da música composta para Asuza que estava triste pois devido a idade iria se formar apenas no ano seguinte. Mesmo assim o final do anime (episódio 24) foi o ponto mais alto que levou muitos as lágrimas.

K-On! O Filme concluía as aventuras adolescentes de Yui, Mio, Azusa, Mugi, Ritsu e suas amigas tornando a série querida e inesquecível tendo um lugar especial no coração dos fãs até hoje. O longa-metragem recebeu nota 8.35/10 com mais de 110.000 votos figurando atualmente o 191º posição entre os mais bem ranqueados do Myanimelist.

KYOTO ANIMATION, VIRTUDES E POLÊMICAS.

Sem exagero ou sensacionalismo quando a Kyoto Animation anuncia está adaptando algum novo anime as expectativas sobem alto. Devido sua filosofia de trabalho procurando criar algo acima da média o estúdio foi conquistando e convencendo fãs ao ponto de algumas de suas produções serem consideradas obras geniais.
Quando se confere o perfil dos trabalhos passados do estúdio incluindo animes como Clannad, Hyouka, Kyoukai no Kanata, Suzumiya Haruhi no Yuutsu, Nichijou, Amagi Brilliant Park, Hibike! Euphonium, Tamako Market, Tamako Love Story, Chuunibyou Demo Koi ga Shitai, Violet Evergarden e o próprio K-On! é difícil não elogia-los pelo capricho, inovação e dedicação.

Porém, como nada é perfeito, a Kyoto Animation recebeu algumas críticas no que diz respeito a abordagem de relacionamentos dos personagens em seus animes mais recentes. Os críticos alegam que alguns protagonistas aparentam ter "amizade colorida demais" e para comprovar isto basta ver a interação entre as garotas Komiko e Reina em Hibike! Euphonium ou os diálogos dos garotos no anime Tsurune.

Muita gente detesta este tipo de abordagem que sendo honesto também não faz meu estilo no entanto está lá como uma escolha recente do estúdio. Em Julho de 2019 infelizmente a Kyoto Animation teve um de seus 3 edifícios vitimado por um incêndio intencional que deixou mais de 75 feridos e desses mais de 30 faleceram. Recuperando-se da tragédia a equipe já está trabalhando em novas produções. Confira o vídeo abaixo.

Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira outras postagens em nossa Home.


Nos siga nas redes sociais.


Valeu e até a próxima.



* Video linkado diretamente do Vimeo de acordo com políticas de compartilhamento.