Observação Importante: Tentamos não nos aprofundar em detalhes sobre a adaptação para não estragar a experiência de quem ainda não assistiu. No entanto, por ser tratar de um review, é inevitável falarmos sobre elementos da história mesmo que de forma superficial! Desse modo, se você é daqueles que não curtem spoilers, por menores que sejam, recomendamos que evite a leitura.

Dragon Ball Super: Broly, O Filme saiu nos cinemas no final de 2018 porém muita gente ainda não teve acesso a mais nova entrada da série que reapresenta de forma épica e dramática o personagem Broly, um dos mais queridos da saga

Nós tivemos recentemente a oportunidade de conferir o filme e trazemos nosso review. A trama mostra em detalhes a origem de Broly, como ele sobreviveu ao extermínio do planeta dos sayajins e como Freeza o manipulou para obter vingança contra Goku e Vegeta. 

Entre as grandes novidades ficamos sabendo quem é a mãe de Goku, somos apresentados a dois novos coadjuvantes carismáticos, vemos pela primeira vez a transformação de Vegeta em Super Sayajin Deus, acompanhamos uma nova fusão entre Vegeta e Goku e somos apresentados a nova dubladora da personagem Bulma já que a antecessora infelizmente faleceu antes do projeto.

Se você curtiu Dragon Ball Super não há motivos para perder Broly, O Filme. Em nossa opinião uma das melhores e mais dramáticas narrativas da saga até aqui. Mesmo não sendo perfeito o filme traz cenas de combate impactantes, a implementação de novas tecnologias em computação gráfica e teve ótima recepção obtendo nota 8.31\10 no Myanimelist se tornando 229º mais bem ranqueado do website. (Observação: Esta nota e posição são atribuídas pelos usuários e podem variar com novos votos computados)
A história tem início quando Cold, pai de Freeza, deixa o planeta dos sayajins sob o comando do filho. Para oficializar o anúncio ambos fazem uma rápida visita, entregam ao Rei Vegeta uma nova versão dos rastreadores e de quebra Freeza aproveita para se divertir eliminando alguns sayajins que estavam armados de tocaia. Mas o rei, orgulhoso e humilhado, tem um plano. Numa sala secreta sob os cuidados dos melhores cientistas ele guarda Vegeta dentro de uma câmara de encubação. O rei acredita que o filho será o dominador do universo no lugar de Freeza mas ao sair da sala percebe um outro bebê em uma capsula especial. Este é Broly, filho do coronel Paragus.

O DESTINO DE BROLY E GOKU.
O rei se enfurece por terem o colocado alí mas conteve-se ao saber que Broly tinha um poder latente bem acima do que o de Vegeta. Com inveja e temendo o futuro ele elabora uma justificativa qualquer e envia Broly ainda na capsula para o planeta Vampa, um lugar terrível mais parecendo o inferno onde quase não há comida e criaturas terríveis espreitam por toda a parte. Paragus foge para salvar o filho e jura vingança mas sua nave acaba danificada e ele fica preso por décadas no planeta treinando Broly solitariamente. 

Todos sabem que no início os sayajins eram submissos a Freeza e precisavam trabalhar indo de planeta em planeta matando seus habitantes e colonizando-os para revendê-los com margem de lucro. Vemos Bardock, o pai de Goku e Raditz, chegando de uma dessas viagens e a cena seguinte mata uma curiosidade que muitos fãs tinham há décadas. Nós oficialmente conhecemos a mãe de Goku e, óbvio, sabemos seu nome. Os Sayajins não têm muito afeto paternal mas Bardock, temendo o futuro, envia Goku a Terra numa cena emotiva e o restante os fãs já devem saber. Freeza reúne quase todos os sayajins e destrói o planeta Vegeta.

O DESEJO DE BULMA E A AMBIÇÃO DE FREEZA.
A história salta para o presente após os eventos de Dragon Ball Super e encontramos Goku e Vegeta treinando enquanto Bells e Whis tomam um café junto a Bulma e a pequena Bra. Aqui temos uma mudança pois Bulma agora é dublada por Aya Hisakawa (51 anos) já que infelizmente Hiromi Tsuru (58 anos), a antiga intérprete da personagem, faleceu ainda em 2018 poucos episódios antes do fim de DBS para Tv. Se é Dragon Ball precisa ter comédia e as 6 esferas do dragão em posse de Bulma são roubadas por soldados de classe baixa à mando de Freeza. Aqui vai um pequeno spoiler, Bulma coletava as esferas pois iria pedir a Shen Long para ficar 5 anos mais jovem já Freeza as roubou porque desejava ficar 5 centímetros mais alto em sua forma final. Ele já não suporta os boatos entre os soldados a respeito de sua baixa estatura.

CHEELAI E LEMO, DOIS NOVOS COADJUVANTES CARISMÁTICOS SÃO APRESENTADOS.
Estes dois personagens tem relativa importância no destino de Broly. Cheelai e uma garota malandra de comportamento ousado e muito charmosa se unindo as forças de Freeza para escapar da polícia galáctica já Lemo é um piloto que há muito tempo trabalha para o exercito do vilão. Eles por acaso encontram Broly e Paragus no planeta Vampa e os apresentam a Freeza que de cara percebe o poder latente de Broly e decide levá-lo a Terra para enfim conseguir sua vingança contra Goku e Vegeta. Cheelai e Lemo se tornam amigos de Broly concluindo que no fim ele é uma boa pessoa apenas foi manipulado pelo desejo de vingança do pai desde que nasceu.
O filme tem uma narrativa mais séria e dramática com direito a alguns momentos emotivos tipo a despedida entre Goku e Bardock. Freeza continua maligno e traiçoeiro como sempre. Já a animação não fica muito acima da apresentada na série para Tv porém nos momentos de combate eles capricharam entregando cenas incríveis com animação rápida, fluida, frenética e ótimos efeitos computadorizados apesar de continuarem existindo os clássicos rebuscados e distorções no design. O único grande alerta é o cuidado necessário para não contrair surdez com os gritos de Broly ao entrar em modo ensandecido.
A história mata outra curiosidade mostrando pela primeira vez a transformação de Vegeta em Super Sayajin Deus mas novamente apresenta o clássico desbalanceamento de poderes no qual personagens com força para destruir planetas inteiros não suportam alguns impactos contra o solo. Nem mesmo Vegeta e Goku transformados em Super Sayajins Azuis puderam conter Broly sendo necessário se retirarem e com a ajuda de Piccolo realizarem a fusão transformando-se no personagem Gogeta. Muitos fãs vão ficar satisfeitos com o final que deixa pontas abertas e quem sabe, quem sabe, no futuro não veremos mais adaptações com o personagem Broly e os cadjuvantes Cheelai e Lemo.

Se curtiu, compartilhe!

Confira a seção "Leia Também" e outras postagens mais abaixo.

Nos siga nas redes sociais.

Valeu e até a próxima.


* Vídeo promocional linkado diretamente do Youtube de acordo com termos de serviço da API e políticas de compartilhamento.

Leia Também: