* Esta postagem tem spoilers evitados quando possível.

Após 4 longos anos de espera finalmente a continuação de Dungeon ni Deai wo Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka fez sua estréia na última Sexta-feira, 13 de Julho, nesta temporada de Verão\2019

O anime de aventura e fantasia com uma boa comédia romântica veio ao ar inicialmente em 2015 e se tornou um dos maiores hits da década devido principalmente a personagem Hestia. A garota baixinha, alegre, extremamente ciumenta e dona de um corpo que combina inocência e sensualidade logo se tornou a namorada 2D preferida de muito adolescente carente e viralizou na internet com cosplays e fan-mades. 

Hestia é atualmente uma das personagens femininas mais queridas entre os fãs de animes e sua presença sempre cômica e carismática garantiu à primeira temporada de Dungeon ni Deai (2015) nota 7.81\10 no Myanimelist com mais de 711.000 membros em seu perfil e mais de 425.000 usuários votantes, colocando a série na 59ª posição entre as mais populares de todos os tempos no website e na 3ª posição entre os animes mais queridos já produzidos pela J.C.Staff ficando atrás apenas de Shokugeki no Soma e Toradora! (Observação: Esta nota e posição são atribuídas pelos usuários e podem variar com novos votos computados)
Dungeon ni Deai 2 continua a história apenas algumas semanas ou meses após o final da Season One. Agora o protagonista Bell não está mais sozinho nas dungeons e se aventura com a companhia de sua parceira de suporte Lili e do amigo Welf. Quem assistiu a primeira temporada sabe que dentro do universo da série existem deuses e humanos e apesar da pouca diferença na aparência os deuses têm poderes especiais e podem formar guilds de aventureiros que passam a ser seus familiares. Hestia é uma deusa e Bell é um de seus familiares por quem ela é apaixonada morrendo de ciúmes sempre que outra garota se aproxima dele principalmente a personagem Ais Wallenstein, uma aventureira muito bela e poderosa mas de personalidade um pouco desligada por quem Bell tem completa admiração.
Hestia é vista como uma deusa pobre e de pouco valor por alguns membros de sua classe e desse modo às vezes outras famílias costumam tirar sarro. Aliás rola bastante vaidade, competição e orgulho entre as guilds\famílias mais poderosas. Neste primeiro episódio membros da família Apollo debocham de Hestia rendendo confusão e uma briga feia no bar. No entanto os problemas não pararam já que o próprio Apollo, um sujeito desagradável e de gostos ainda piores, resolveu levantar falso testemunho contra Bell o forçando a uma competição.
Dungeon ni Deai 2 estreou com uma pegada mais séria e até violenta contrastando com a atmosfera alegre e cômica da Season One. O grande trunfo do enredo permanece sendo o trio amoroso Bell, Hestia e Ais acendendo ainda mais os hilários ataques de ciúmes da deusa baixinha especialmente porque Bell e a aventureira de poucas palavras começam a se aproximar.

O anime continua a ser produzido pelo estúdio J.C.Staff com mesmo elenco de dubladores porém após 4 anos era certo que mudanças na parte técnica aconteceriam. A adaptação agora é dirigida por Hideki Tachibana (informação não oficial a ser confirmada) que substitui Yoshiki Yamakawa. Tachibana tem a maior parte de seu currículo como animador mas foi diretor do divertido Busou Shoujo Machiavellianism (2017) que obteve boa popularidade aqui no ocidente.

Dungeon ni Deai 2 vai ao ar uma vez por semana, todas as Sextas-feiras, e assim como a Season One está disponível de modo oficial no Brasil através do serviço de streaming Crunchyroll de forma paga ou gratuita com propagandas. Os usuários Premium (pagos) já podem conferir a estréia quanto aos demais (gratuitos) precisarão aguardar 7 dias após o lançamento de cada episódio, link abaixo.

Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira a seção "Leia Também" e outras postagens em nossa Home.


Nos siga nas redes sociais.


Valeu e até a próxima.

Links Relacionados: 


* Vídeo promocional linkado diretamente do Youtube de acordo com termos de serviço da API e políticas de compartilhamento.

Leia Também: