Pix ou Paypal: giganalise@gmail.com

Lupin III - Parte 5, primeiras impressões. O ladrão mais malandro e famoso do mundo dos animes está de volta.



Se você não conhece, Lupin III (ou Rupan Sansei, como é pronunciado em Japonês) é originalmente um mangá escrito e ilustrado pelo artista Monkey Punch sendo este sua obra prima e um dos títulos mais bem sucedidos e antigos da história da animação japonesa. A franquia que faz 51 anos surgiu pela primeira vez na Weekly Manga Action de 1967 e de lá para cá conquistou o mundo recebendo agora em 2018 sua sétima adaptação para anime, desta vez ambientado na romântica França. Claramente inspirado na cultura ocidental mas com toque nipônico Lupin III (ou Lupin The Third) já deu as caras em live-actions, OVAs, musicais, Cds e vários games contando a história do hilário e habilidoso ladrão boêmio sempre fugindo da polícia e no encalço de belas mulheres.

Em tempos modernos o dinheiro não corre apenas no mercado tradicional ou em bancos mas está presente também no mundo virtual. Como, segundo o enredo, 30% da grana circula em meios digitais Lupin (dublado por Kanishi Kurita), Jigen (dublado por Kiyoshi Kobayashi) e Goemon (dublado por Daisuke Namikawa) resolvem invadir a database de uma empresa que está fazendo milhões na internet, hackear o sistema e, lógico, levar a grana. Porém, em seu caminho eles encontram uma garota que logo percebe seus planos, ela alerta a segurança e mete bala para cima de Lupin e Jigen. Em um momento de ação que envolve até uma certa sensualidade feminina a garota muda de opinião e decide ajudar Lupin desde que ele a leve consigo daquele lugar que a estava sufocando. O plano dá certo porém Lupin mexeu com a organização errada e, em tempos de internet e redes sociais logo ele e seus amigos foram alvo de um tipo de reality show virtual no qual ganhava quem revelasse o seu paradeiro a polícia sem mencionar que ele precisa fugir de seu pai, um detetive que apesar dos inúmeros fracassos não se cansa de tentar capturá-lo. Que surpresas os próximos episódios nos reservam?

Lupin III - Parte 5 promete ser hilário e boêmio como foi a sua última adaptação de 2015. No entanto, mesmo com o imenso sucesso e a malandragem do protagonista não podemos deixar de alertar que o anime fica mais agradável de se assistir episodicamente já que seu enredo muitas vezes é constituído de micro-histórias dentro de um contexto maior lembrando muito nesse aspecto obras americanas antigas.  Nós temos um roteiro geral que vai do início ao fim mas, em meio a tudo isso, ocorre um ou outro episódio que dá aquela sensação de feito apenas para esticar a conversa. Não é sempre que isso ocorre e Lupin III sem dúvida é um anime com história e visual diferente remetendo muito as suas raízes e o tipo de animação que se praticava nos anos 70 e 80 algo que achamos muito legal. 

Para que você se situe um pouco sobre a grandeza dessa obra a primeira adaptação de Lupin III foi ao ar em 1971 em um total de 23 episódios certamente raros de se encontrar hoje em dia; a segunda adaptação intitulada Lupin III - Part 2 foi exibida em 1977 pela NTV do Japão em um total de 155 episódios; a terceira adaptação chamada de Lupin VIII na verdade é um spin-off da série que veio a luz em 1982 contando a história dos descendentes de Lupin e seus amigos mas nunca foi concluída; a quarta adaptação (que na verdade é a parte 3) foi ao ar pela YTV em 1984 em um total de 50 episódios; depois tivemos Lupin III: The Woman Called Fujiko Mine com foco na bela e sensual Fujiko que veio ao ar apenas em 2012 em um total de 13 episódios; tivemos também Lupin III - Parte 4 em 2015 comemorando 50 anos da franquia, esta adaptação está disponível no Crunchyroll com legendas em Português do Brasil e por fim Lupin III - Parte 5, que está com um total de 25 episódios previstos e estreou ontem 04 de Abril na temporada de Primavera\2018. 

A ambientação é basicamente a mesma de 2015 com design de personagens cartunesco e esguio e animação por vezes excêntrica. O resultado final é bem estiloso agradando muito a quem curte essa abordagem visual. Podemos esperar muitas perseguições policiais e muita sensualidade feminina que são pontos fortes do anime. A trilha sonora é boêmia reforçando o aspecto malandro de Lupin e um detalhe, a intro é a mesma de 2015 mas remixada para um ritmo mais francês, país onde a história acontece.

Lupin III - Parte 5 está sendo produzido pelo estúdio Telecom Animation Film (o mesmo do drama escolar Orange) com nota 7.88\10 no Myanimelist no momento dessa postagem e está disponível pelo serviço de Streaming Crunchyroll de forma paga ou gratuita com propagandas incluindo legendas em Português do Brasil. Os usuários Premium (pagos) podem acompanhá-lo poucas horas após a exibição nas Tvs japonesas já os demais usuários (gratuitos) assistem aos episódios com 7 dias de atraso do lançamento de cada um.

Confira nossos anúncios para nos apoiar.

Nos sigam nas redes sociais.

Valeu e até próxima.

 
Vídeo promocional linkado do Youtube de acordo com direitos de API.



LEIA TAMBÉM:


https://giganalise.blogspot.com.br/2018/02/fullmetal-alchemist-brotherhood-um-dos.html

https://giganalise.blogspot.com.br/2017/11/black-clover-acao-magia-e-um.html

https://giganalise.blogspot.com.br/2017/09/boku-no-hero-academia-o-fenomeno-de.html

https://giganalise.blogspot.com.br/2017/12/mob-psycho-100-dos-mesmos-criadores-de.html

https://giganalise.blogspot.com.br/2017/10/one-punch-man-o-super-heroi-mais-careca.html