Maou Gakuin no Futekigousha fez estreia hoje, 04 de Julho, prometendo ser um dos animes interessantes do Verão/2020.

A série usa aquela já conhecida fórmula de estrelar um protagonista com poderes surreais em meio a um mundo cheio de coadjuvantes orgulhosos de suas forças mas que acabam derrotados vergonhosamente.

No entanto, em sua estreia, Futekigousha parece executar bem esta fórmula com um design de personagens polido e um enredo apresentado de modo convincente. Mesmo a proposta não sendo inovadora ela promete ter sua identidade mesclando um pouco de drama, magias complexas e um protagonista seguro, pronto para colocar os vilões convencidos em seus devidos lugares.

A trama acompanha Anoth Voldigord, o rei Maou reencarnado 2000 anos no futuro interagindo com seus descendentes. Alguns ficaram felizes em vê-lo pela primeira vez como foi o caso da carismática Misha, uma garota muito bonita, gentil e poderosa com pouco mais de 100.000 de nível mágico.

No entanto outras figuras não parecem tão contentes! Após Anoth ter desaparecido do mapa 2000 anos atrás ele, claro, deixou descendentes que constituem a realiza do mundo atual. Mas os laços familiares foram enfraquecidos, a maior parte do poder mágico se perdeu com o tempo e tudo o que resta são nobres orgulhosos vangloriando-se de uma ou outra magia antiga que Anoth já conhece de letra.

Muitos desses nobres certamente irão desafiar o protagonista apenas para cair em desespero tamanha é a diferença de poderes.

Maou Gakuin no Futekigousha, caso permaneça nos mesmos trilhos da estreia, tem tudo para ser um bom anime deste Verão. A série vai ao ar uma vez por semana (todos os Sábados) e possui streaming oficial para o mercado brasileiro de forma paga ou gratuita com propagandas. Veja o link abaixo.

Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira outras postagens em nossa Home.

Nos siga nas redes sociais.

Valeu e até a próxima.

Links Relacionados:

* Assistir Maou Gakuin no Futekigousha

* Vídeo promocional linkado diretamente do Youtube de acordo com políticas de compartilhamento.