Apoie-nos via Pix. Email-chave: giganalise@gmail.com

Darwin's Game (Primeiras Impressões). Ação, suspense e thriller psicológico neste anime onde o mais apto sobrevive.



* Postagem com spoilers evitados quando possível.

Darwin's Game fez sua estreia ontem, 04 de Janeiro, em um episódio especial com 45 minutos de duração sendo um dos títulos a dá o pontapé inicial na temporada de Inverno\2020. 

O thriller de ação e suspense tem potencial para ser uma das séries mais comentadas do período caso não decepcione ao longo dos próximos episódios.

Por que Darwin's Game?

O título faz leve referência ao pesquisador Charles Darwin, criador da teoria da evolução. No anime um game misterioso está surgindo em alguns celulares de adolescentes pela Japão e uma vez que o desavisado usuário abre o aplicativo surge uma ilusão na qual uma serpente sai da tela e pica o pescoço do indivíduo o fazendo evoluir e utilizar a habilidade Sigil

Apesar do enredo meio sem pé nem cabeça esta habilidade especial se manifesta de formas diferentes dependendo da pessoa. Alguns podem ficar invisíveis, outros conseguem materializar qualquer coisa ou manipular objetos que servem como arma reagindo a seus pensamentos.

Darwin's Game é um mata-mata entre dois adversários se passando no mundo real. Quando uma partida é iniciada durante 1 hora eles devem se enfrentar até a morte. Não há restrições quanto ao uso de armas podendo ir desde facas e estiletes até pistolas e armas de maior calibre. O vencedor ganha pontos e vai elevando suas habilidades enquanto o derrotado, caso ainda esteja vivo, é obliterado. Não há como sair do game e tudo o que resta é vencer!
O protagonista é Sudou Kaname (dublado por Yuusuke Kobayashi) um jovem colegial que teve a infelicidade de ser mais um participante do Darwin's Game. Sem conhecer as regras do jogo ele é atacado no metrô por um sujeito com fantasia de mascote de time de baseball e precisará rapidamente encontrar uma maneira de escapar já que embora o game se passe no mundo real não há chances de obter ajudar.

VALE A PENA ASSISTIR?

A série tem grandes chances de atrair o público que curte histórias de ação e suspense com uma pegada de terror psicológico. Boa parte da tensão criada no primeiro episódio é originada dos pensamentos do protagonista que buscando salvar a própria pele começa a analisar rapidamente tudo o que está acontecendo a sua volta. Esta abordagem narrativa ajuda a esclarecer muita coisa sobre o enredo mas você acaba inevitavelmente pensando "o cara mal entrou no game e já está adaptado?" 
Kaname é um personagem promissor do tipo que nas horas mais difíceis tira da cartola a solução mais genial possível. Sua habilidade Sigil o permite materializar qualquer objeto incluindo a pistola que usa para se defender da personagem Karino Shuka (dublada por Reina Ueda). Karino é dona de bela aparência usando um longo vestido vermelho e cabelos trançados tendo a habilidade de manipular dois chicotes metálicos que mais parecem serpentes vivas. Com certeza ela será um dos atrativos do anime despertando na manhã seguinte despida na cama do protagonista e decidida a acompanhá-lo após ser derrotada em combate.

VISUAL E ANIMAÇÃO.

O título é produzido pelo estúdio Nexus com direção de Yoshinobu Tokumoto. Este não é um estúdio espetacular mas já produziu alguns animes bem interessantes como Granbelm e o popular Hakudai Kishi no Cavalry que muita gente torce pela segunda temporada até hoje.
Em Darwin's Game o design é um pouco retrô e, pelo menos na estreia, a animação esteve acima do que eu esperava embora não estivesse livre de problemas. Existem momentos onde ela flui bem mas outros em que percebemos distorções e uma certa inadequação dos animadores em desenvolver certas cenas e movimentos.

O anime terá 11 episódios indo ao ar uma vez por semana, toda as Sextas-ferias, mas até o momento não possui streaming oficial para mercado brasileiro.

Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira a seção seção "Leia Também" além de outras postagens em nossa Home.

Nos siga nas redes sociais.

Valeu e até a próxima.

Leia Também: