Cop Craft é mais um anime a chegar ao fim agora em Setembro junto a temporada de Verão\2019

Originalmente uma light novel escrita por Shoji Gatou (já conhecido por Fullmetal Panic e Amagi Brilliant Park) em Cop Craft ele trouxe um bom enredo de investigação policial protagonizado por um casal incomum, um detetive terráqueo e uma guerreira bastante opinativa e temperamental vinda de outro mundo. 

Apesar de viverem discutindo eles trabalham juntos procurando solucionar casos criminais que se desenrolam na cidade de San Tereza. O anime entreteu bastante em detrimento de sua qualidade visual mediana.

Este parágrafo é dedicado as pessoas e o estúdio por trás da animação. Caso não tenha interesse em dados tipo nome do autor ou notas em sites e fóruns, basta saltar para o parágrafo seguinte. Cop Craft: Dragnet Mirage Reloaded é originalmente uma light novel escrita por Shoji Gatou com ilustrações de Range Murata tendo atualmente 6 volumes publicados pela editora Shogakukan. A adaptação para anime foi produzida pelo estúdio Millenpensee com direção de Shin Itakagi. Em um total de 12 episódios Cop Craft veio ao ar na temporada de Verão\2019 (entre Julho e Setembro) tendo recepção decente alcançando nota 7.03\10 no Myanimelist (Observação: Esta nota é atribuída pelos usuários e pode variar com novos votos computados

ENREDO E PERSONAGENS (SPOILERS EVITADOS QUANDO POSSÍVEL)

A história se desenvolve na cidade fictícia de San Tereza próxima a um portal interdimensional que liga a Terra a um outro mundo habitado por elfos e monstros. A metrópole se tornou cartão postal reunindo duas raças diferentes, os humanos e os semanianos. San Tereza é vista como um paraíso para se viver mas isso é apenas propaganda quando na verdade está repleta de crimes, drogas, prostituição, corrupção e facções perigosas usando magia e envolvimento político para alcançar seus objetivos.
Os protagonistas são a personagem Tirlana, uma elfa guerreira de 18 anos, baixinha, temperamental, um tanto orgulhosa mas com grande senso de justiça e o detetive Kei Matoba, um homem de pouco mais de 30 anos, fumante compulsivo, divorciado e de poucos amigos apesar de ter lá seu senso de humor e aspectos positivos. Por obra do destino essas duas figuras de personalidades semelhantes em alguns pontos mas completamente divergentes em muitos outros se tornam parceiros e precisam se dá bem para não morrer nas ruas. O enredo combina fantasia com thriller policial e alguns divertidos momentos de comédia romântica.
O autor Shoji Gatou é conhecido por criar casais bastante carismáticos tipo o Sousuke e a Chidore em Fullmetal Panic e o Seiya e a jovem Sento em Amagi Brilliant Park. Para nossa felicidade ele conseguiu mais uma vez! A interação entre Tirlana e Kei geralmente nos leva a gargalhadas já que ele como um detetive determinado dá atenção marginal a garota mesmo quando ela ergue sua espada e sai retalhando geral
Tirlana é uma guerreira orgulhosa, habilidosa no uso de magia contudo não suporta quando seus esforços são ignorados pelo parceiro, rendendo discussões e alguns chutes na canela. A coisa fica ainda mais hilária quando estão de folga e discutem sobre quem vai tomar banho primeiro ou porque o senso de justiça de ambos não combina. Isso tem no entanto um outra razão, ela o vê como alguém especial e necessita de sua aprovação ainda mais por ser discriminada, considerada uma alienígena vinda de outro mundo.
Cop Craft aborda temas sérios como discriminação racial, assassinatos e corrupção política  tendo um ou outro personagem esquisitão e alguns momentos apressados mas nada que comprometa gravemente a narrativa. Não existe um romance explícito entre Tirlana e Key até porque há uma diferença considerável de idade mas sem dúvidas há uma relação afetiva de amor e ódio (ou seria de cão e gato) que circunda os dois. 

Quanto a qualidade visual os trailers iniciais nos deixaram apreensivos mas o estúdio Millepensse, crucificado pela parceria no infame Berserk 2016, conseguiu entregar algo aceitável. O design de personagens tem detalhes simples com traços mais ocidentais, a ambientação não é tão rica e a animação é mediana com um ou outro episódio mais prejudicado porém o enredo e a interação entre Tirlana e Key compensam ao ponto de você perdoar o visual. Confira a Open mais abaixo.

Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira a seção "Leia Também" e outras  postagens em nossa Home.


Nos siga nas redes sociais.


Valeu e até a próxima.



* Open de Cop Craft linkada diretamente do Youtube de acordo com termos de serviço da API e políticas de compartilhamento.

Leia Também: 
https://giganalise.blogspot.com/2019/07/dumbbell-nan-kilo-moteru-primeiras.html