O mês de Junho está chegando ao fim e isso significa que a temporada de Primavera\2019 no mercado de animes vai se despedindo. Continuamos em nossa maratona de reviews de encerramento sobre algumas das principais adaptações exibidas durante o período. Nossas análises têm dois públicos-alvos definidos, primeiro, pessoas que não assistiram a um determinado anime e estão a procura de informações relevantes sem muitos spoilers e, segundo, aqueles que curtem este tipo de publicação.

Tate no Yuusha no Nariagari (A Ascenção do Herói do Escudo) também conhecido pelo título The Rising of The Shield Hero caminha para a reta final. O anime já é considerado um megahit dos isekais de aventura e um dos melhores de 2019. Desde que o primeiro Sword Art Online (2012) deu o pontapé inicial na safra recente de séries com este estilo de narrativa vários outros autores trouxeram histórias similares que eventualmente receberam adaptações para anime. Alguns com enredos interessantes já outros apenas cópias descaradas de histórias bem sucedidas no entanto muito poucos se destacaram, podemos citar alguns exemplos como Konosuba e ReZero. 

Tate no Yuusha no Nariagari veio para deixar seu nome marcado entre os isekais de aventura e será lembrado nos próximos anos pelo protagonista Naofumi, um herói injustiçado, e suas companheiras Filo e Rathtalia. A adaptação teve boa qualidade visual fruto da ótima equipe técnica, para se ter ideia foram 7 diretores de animação envolvidos no projeto e já correm boatos de uma possível segunda temporada algo que, em nossa opinião, não ocorrerá em um futuro muito próximo. Saiba o porquê mais abaixo.

Este parágrafo é dedicado as pessoas e o estúdio por trás da animação. Caso não tenha interesse em dados tipo nome do autor ou notas em site e fóruns, basta saltar para o parágrafo seguinte. Tate no Yuusha no Nariagari é originalmente uma light novel escrita por Aneko Yasugi com ilustrações de Minami Seira tendo atualmente 13 volumes publicados. A adaptação para anime foi exibida entre as temporadas de Inverno e Primavera\2019 (de Janeiro a Junho) em 25 episódios produzidos pelo estúdio Kinema Citrus com excelente recepção. A série alcança atualmente nota 8.25\10 no Myanimelist tendo mais de 379.000 membros em seu perfil e mais de 117.900 usuários votantes além de nota 4.7\5 no serviço de streaming Crunchyroll detentor dos direitos de streaming aqui no Brasil. (Observação: Estas notas são atribuídas pelos usuários e podem variar com novos votos computados)

O ENREDO E PERSONAGENS (SPOILERS EVITADOS QUANDO POSSÍVEL)
Três fatores garantiram a boa aceitação de Tate no Yuusha: O enredo mais dramático e até revoltante, o carismático elenco de personagens incluindo o protagonista Naofumi (dublado por Kaito Ishikawa) e suas companheiras Filo (dublada por Rina Hidaka) e Rathtalia (dublada por Asami Seto) e a boa qualidade de animação entregue pela Kinemas Citrus que se superou dessa vez. O estúdio já é conhecido por animes anteriores como Black Bullet, Made in Abyss e Shoujo Kageki Revue Starlight.
A história apresenta Naofumi Iwatani, um jovem sumonado ("invocado") para um mundo de fantasia se tornando o herói do escudo, um dos 4 salvadores que deveriam proteger aquela terra das terríveis hordas de demônios que ocorrem em períodos de tempo determinados. No entanto o herói do escudo é visto como um ser maligno - desculpa utilizada por alguns ambiciosos ao poder - e Naofumi é traído. Revoltado ele decide trilhar o próprio caminho mas as traições contra sua vida estavam apenas começando e o personagem é acusado de atos que não cometeu e perseguido por todo o reino sob as manipulações da bela e absolutamente ambiciosa e traiçoeira Malty (dublada por Sarah Emi Bridcutt), a segunda na lista de sucessão ao reinado fazendo de tudo para alcançar a coroa independente de quem tenha que difamar ou eliminar no processo.
Naofumi tem Rathtalia, uma garota mestiça entre humana e raposa, como principal companheira de batalha. Apaixonada ela afirma ser sua espada já que ele por ser o herói do escudo não pode usar armas de ataque. Mais a frente a dupla encontra a pequena Filo uma personagem com profundo carisma sendo capaz de transformar-se em uma ave de tamanho avantajado adorando puxar carruagens e, portanto, o meio de transporte da guild do protagonista.
 
O enredo apresenta momentos revoltantes colocando a audiência mais e mais do lado de Naofumi e desejando ver a punição dos vilões e a reviravolta nos acontecimentos. Ele viaja por todo o país fazendo missões, aumentando suas forças, enfrentando grandes dificuldades e vez ou outra confrontando os outros heróis ou corrigindo seus erros principalmente os de Motoyasu (dublado por Makoto Takahashi), o herói da lança e um dos personagens mais imaturos e manipuláveis já criados em um isekai de aventura. 
 
POR QUE A SEGUNDA TEMPORADA TALVEZ DEMORE A SAIR?

Com o sucesso do anime o material original recebeu uma boa alavancagem nas vendas e surgiram rumores sobre o interesse numa segunda temporada no entanto a série adaptou mais ou menos 10 das 13 light novels publicadas e considerando que Aneko Yusaki demorou 5 anos para escrevê-las, podemos deduzir que levará algum tempo até que mais volumes sejam lançados e forneçam material original suficiente para uma Season 2. Para os fãs mais esperançosos nada impede que Yusagi acelere a produção dos textos e uma nova produção venha logo a ocorrer mesmo que seja em apenas 12 episódios.

QUALIDADE VISUAL
O anime tem uma bonita ambientação medieval típica de RPGs japoneses e traz inspirações desse tipo de game como sistema de level-up e árvore de habilidades. Tanto Naofumi quando suas companheiras podem subir de nível e seu escudo é capaz de receber upgrades ao adquirir itens raros pelo mundo no entanto algumas dessas habilidades são de origem maligna trazendo consequências negativas. O design de personagens é bonito, consistente e um pouco estilizado com formas afiladas, os cenários têm boas texturas e efeitos de luz e sombra e a animação é de qualidade em praticamente todos os episódios. A adaptação foi dirigida por Takao Abo, com roteiro de Keigo Koyanagi. Entre os diretores de animação participaram Yuuri Ichinose, Akiko Matsuo, Kyuuma Ooshita e Daisuke Takemoto.

Tate no Yuusha no Nariagari está disponível no Brasil de modo oficial através do serviço de streaming Crunchyroll de forma paga ou gratuita com propagandas incluindo legendas em Português, link abaixo.

Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira a seção "Leia Também" e outras postagens em nossa Home.

Nos siga nas redes sociais.

Valeu e até a próxima.


Segunda abertura de Tate no Yuusha no Nariagari linkada diretamente do Youtube de acordo com termos de serviço da API e políticas de compartilhamento.

Leia Também:
https://giganalise.blogspot.com/2019/05/dr-stone-com-estreia-na-proxima.html
https://giganalise.blogspot.com/2019/05/enen-no-shouboutai-fire-force-o-shonen.html
https://giganalise.blogspot.com/2019/06/katsute-kami-datta-kemono-tachi-e.html
https://giganalise.blogspot.com/2019/05/toaru-kagaku-no-accelerator-o-spin-off.html
https://giganalise.blogspot.com/2019/05/viland-saga-um-dos-animes-quentes-de.html