Pix ou Paypal: giganalise@gmail.com

Sunoharasou no Kanrinin-san. O dormitório em que todo garoto pré-adolescente desejaria ser hóspede.



Atualmente em seu 7º episódio de um total de 12, Sunoharasou no Kanrinin-San é uma comédia adolescente com enredo muito criativo e um ecchi relativamente leve mas muito bem explorado. A série cuja tradução seria "A Cuidadora do Dormitório Sunohara" é originalmente um mangá do tipo yonkoma (4 painéis por página) que apesar de possuir apenas 3 volumes lançados no momento, já vendeu mais de 350.000 cópias até maio de 2018. Sunoharasou conta a história de um garoto no início da adolescência que deseja parecer mais masculino já que fisicamente ele possui um aspecto frágil e infantil. Por questões de estudo ele vai morar por algum tempo no dormitório Sunohara que é habitado por várias e belas adolescentes que as vezes desejam abraça-lo ou explorá-lo de algum modo. A cereja do bolo é a personagem Ayaka Sunohara (dublada por Rina Satou), uma jovem de vinte e poucos anos que cuida do dormitório e dos adolescentes que lá residem. 
Embora o anime tenha o público feminino mais adulto como seu alvo principal a série tem arrancado gargalhadas com situações bem imaginadas pela autora Nekoume apresentando um ecchi que algumas vezes parece inocente e dissimulado (no bom sentido) mas em outras situações possui uma pegada mais apelativa. Aki Shiina (dublado por Eri Kitamura) é um adolescente de mais ou menos 12 anos de idade entrando naquela fase em que os meninos começam a enxergar nas garotas algo além do que apenas colegas de escola. Sendo assim, ele deseja exibir o seu lado masculino porém devido a aparência ainda frágil e infantil ele não é levado muito a sério! Shiina vai para o dormitório Sunohara ficando sob os cuidados da jovem Ayaka. Já adulta, de personalidade super gentil, belas curvas e seios generosos ela acolhe todos com muito carinho além de apreciar dá uns bons abraços no garoto. O jovem Shiina terá que dividir o dormitório com mais três garotas e com a irmã mais nova de Ayaka chamada Nana (dublada por Ayane Sakura), uma adolescente bronzeada, super sensual e que aprecia vestir-se com roupas mínimas mesmo dentro de casa. Sem mencionarmos duas de suas amigas que são igualmente fascinadas por garotos mais jovens.
E aí, já viu! Sunoharasou no Kanrinin-san possui um enredo super divertido e bem criativo não decepcionando em nenhum dos episódios pelos menos até aqui. Embora o ecchi não chegue a ser escandaloso, ele possui uma pegada bem marcante na série com direito a abraços apertados, garotas de biquíni, mordidas de orelha, sentadas de colo (olha a malícia) e algumas vezes dá até para o garoto dormir com Ayaka para afastar o medo de fantasmas o que pode deixar algumas colegas enciumadas. Além de abraçado, apertado e comprimido Shiina as vezes passa por maus bocados quando Yuku Yukimoto (dublada por Natsumi Takamori) se irrita com ele ou quando a esperta e assustadora Yuri Kazami (dublada Yume Miyamoto) deseja usá-lo em alguns de seus cosplays sem noção.
Apesar de algumas esquisitices o anime tem um bom enredo misturando a inocência da pré-adolescência com o ecchi. O design de personagens, muito charmoso e fascinante para o público feminino, segue fielmente esta filosofia apresentando personagens de rosto mais puxados para o infantil porém com corpos e curvas femininas muito atraentes. Sunoharasou no Kanrinin-San está sendo produzido pelo estúdio Silver Link (o mesmo de Strike de Blood, Rakudai Kishi no Cavalry, Masamune-kun no Revenge e Baka to Test) apresentando uma qualidade visual e de animação bacanas. O anime tem direção geral de Shin Oonuma que já trabalhou com comédias ecchis e ficou famoso por ter dirigido Baka to Test e Kokoro Connect. Sunoharasou continua em exibição até o mês de Setembro.

Se curtiu, compartilhe.

Valeu e até a próxima.

Vídeo promocional linkado do Youtube de acordo com serviços de API e políticas de compartilhamento.


Leia Também:

http://giganalise.blogspot.com.br/2017/08/demi-chan-wa-kataritai-entrevista-com.html

http://giganalise.blogspot.com.br/2017/04/gabriel-dropout-uma-anja-viciada-em.html