A adolescência tem um período chamado de "fase do medo" onde a inocência da infância é confrontada com as mudanças do corpo, a intensa atividade hormonal e o interesse pelo sexo oposto gerando, principalmente nas garotas, ansiedade e um certo temor.  

Araburu Kisetsu no Otome-domo yo (ou "As Garotas em Fase Selvagem") fez sua estreia no último Sábado, 06 de Julho, nesta temporada de Verão\2019. O anime em estilo shoujo dramático (mais indicado para o público feminino) é originalmente um mangá escrito pela famosa roteirista Mari Okada com ilustrações de Nao Emoto acompanhando a história de 5 garotas integrantes de um clube de literatura que estão vivenciando essa tal "fase do medo", onde os desejos e ansiedades da puberdade começam a mexer intensamente com seus corpos e corações.

Mari Okada já é conhecida dos fãs mais entusiastas pela habilidade em compôr roteiros dramáticos e românticos envolvendo adolescentes. Ela já escreveu para animes como Sakurasou no Pet na Kanojo, Toradora, Kiznaiver e Nagi no Asukara.

Araburu Kisetsu no Otome-domo yo promete abordar de forma explícita assuntos pertencentes ao imaginário sexual das protagonistas Sonezaki, Hongo, Niina, Kazusa e Mo-chin que se reúnem após as aulas na sala do clube de literatura para discutirem sobre seus autores preferidos.
Cada uma dessas personagens tem dramas e conflitos internos mal resolvidos. Sonezaki tenta ser mais recatada evitando qualquer assunto que envolva sexo, ela repudia jovens que falam de tais assuntos sem pudor mas na verdade tem uma pequena ponta de curiosidade dentro de si. Hongo vai além e secretamente participa de chats para maiores de idade na internet. Já Kazusa possui um amigo de infância chamado Izumi mas atualmente não consegue se comportar naturalmente perto dele pois não o enxerga mais como criança.
Todos esses sentimentos contidos ganham uma outra direção quando surge a pergunta a respeito do que as garotas desejariam fazer caso estivessem perto de morrer. A personagem Niina afirma que desejava fazer sexo já que esta seria uma experiência nova para ela. A frase chocou as demais garotas que desde então não param de pensar no assunto.
Conhecendo a autora Okada o anime promete um enredo bem construído com uma pequena dose de comédia sendo produzido pelo estúdio Lay-Duce que trouxe neste primeiro episódio um design de personagens simples porém bastante polido, bonita ambientação e boa qualidade de animação. A série tem uma equipe técnica de qualidade sendo dirigida de Masahiro Andou (ele tem experiência com dramas adolescentes e foi diretor de Hanasaku Iroha) com roteiro da própria Mari Okada, design de personagens de Nao Emoto e tema de abertura de Momo Asakura.

Araburu Kisetsu no Otome-domo yo vai ao ar uma vez por semana, todas as Sextas-feiras, mas no momento dessa postagem não tem streaming oficial para o mercado brasileiro.

Deixe seu comentário e se curtiu, compartilhe.

Confira a seção "Leia Também" e outras postagens em nossa Home.

Nos siga nas redes sociais.

Valeu e até a próxima.


* Vídeo promocional linkado diretamente do Youtube de acordo com termos de serviço da API e políticas de compartilhamento.

Leia Também:
https://giganalise.blogspot.com/2019/03/ano-natsu-de-matteru-anime-incrivel.html
https://giganalise.blogspot.com/2019/04/tonari-no-kaibutsu-kun-o-galo-o.html
https://giganalise.blogspot.com/2019/04/shirobako-este-anime-especial-de-enredo.html
https://giganalise.blogspot.com/2019/03/kaguya-sama-wa-kokurasetai-review-final.html
https://giganalise.blogspot.com/2019/07/hibike-euphonium-1-e-2-temporadas.html