Pix ou Paypal: giganalise@gmail.com

Radiant, primeiras impressões. Contando com o diretor de Angel Beats e o roteirista de Overlord esse shonen promete esquentar a concorrência na temporada de Outono\2018.




Antes de continuarmos, relembramos aos leitores que nossas primeiras impressões de alguns dos principais animes que estrearam nesta temporada já estão disponíveis aqui no Giganalise e podem ser acessadas pelo menu lateral à esquerda, ficando disponível por tempo limitado. Nossas impressões têm spoilers evitados, quando possível.

Observação: Clique Aqui e leia o Review Final.

Radiant fez sua estreia no último Sábado, 06 de Outubro. Escrito por um autor francês a série causou uma ótima primeira impressão prometendo ser um shonen de ação, aventura e fantasia com um roteiro dá hora e uma qualidade técnica muito boa batendo de frente e fazendo concorrência a outros animes do gênero em exibição. A série conta com nomes de peso na direção e roteiro.

A adaptação é originalmente um mangá francês escrito e ilustrado por Tony Valente sendo publicado no Japão pela editora Asukashinsha já contando com 9 volumes. O anime é produzido pelo estúdio Lerche em parceria com o estúdio Hibari e financiado pela NHK Entreprises. O primeiro episódio trouxe um enredo típico com todas as qualidades que caracterizam um bom shonen de ação, um elenco de personagens marcantes e uma qualidade visual muito boa. A adaptação aparenta ter muitas histórias a serem contadas e está programada para 21 episódios, caso obtenha sucesso relevante pode fazer frente a outros animes do gênero tipo Boruto, Fairy Tail e Black Clover, também em exibição na temporada.

Radiant se passa em um mundo de fantasia com ambientação medieval no qual as pessoas temem a presença dos Nemesis, criaturas que caem dos céus e quando acordam destroem tudo e todos à sua volta. Mais do que isso, mesmo aqueles que não foram massacrados por essas criaturas podem ser amaldiçoados apenas por sua presença. Para combatê-los temos os Mahou Tsukai (feiticeiros), pessoas poderosas mas igualmente temidas pelos humanos pois carregam dentro de si a maldição dos Nemesis. 
Dentro desse contexto nós somos apresentados ao personagem Seth (dublado por Yumiri Hanamori) um garotinho com personalidade positiva e cheia de energia bem típica de um protagonista shonen que neste momento está aprendendo sobre magia no entanto, Seth sempre faz alguma coisa errada e levantou a ira de um rebanho bovino (na verdade elefantes que se comportam como vacas :)) e causou a maior confusão na vila. Sua mestra Alma (dublada por Romi Park) resolveu a bagunça mas sendo discriminada pelos habitantes do vilarejo que temem Mahou Tsukais e não gostam de sua presença entre eles. Tentando demonstrar capacidade, Seth resolve enfrentar um Nemesis sem a ajuda de Alma mas as coisas não saíram como o garoto planejou.
O anime, nessa estreia, trouxe um enredo muito promissor com abertura para longas e divertidas aventuras contando com boa comédia, elenco de personagens bem expressivo com designs que marcam na memória e o que mais impressionou foi a qualidade visual. As cores são bem trabalhadas, os cenários são polidos e a animação em determinados momentos é bem fluída. Comparações são inevitável a série visualmente não fica devendo a shonens longos bem produzidos tipo Fairy Tail e o início lembra só um pouquinho alguns episódios de Naruto.
Radiant tem uma equipe técnica de peso em sua produção sendo dirigido por Seiji Kishi (foi diretor de Angel Beats!, Asobi Asobase, Tsuki ga Kirei e Persona 4) em parceira com Motoo Fukuoka; contando com roteiro adaptado de  Yukie Sugawara (já escreveu para Overlord, Sword Art Online e Mahouka) em parceria com Yasuko Aoki. Curiosamente o anime é produzido pelo estúdio Lerche (o mesmo de Asobi Asobase) uma empresa que traz qualidade visual decente embora nada muito acima da média não possuindo tradição com shonens. Radiant está disponível pelo serviço de streaming Crunchyroll de forma paga ou gratuita com propagandas incluindo legendas em Português do Brasil indo ao ar uma vez por semana, todos os Sábados. Os usuários Premium (pagos) já podem conferir a estreia enquanto aos demais (gratuitos) terão que esperar 7 dias até a liberação do episódio, link abaixo.

Se curtiu, compartilhe!

Valeu e até a próxima.



Links Relacionados:




Vídeo promocional linkado diretamente do Youtube de acordo com serviços de API e políticas de compartilhamento.

Leia Também:
https://giganalise.blogspot.com/2017/11/black-clover-acao-magia-e-um.html
https://giganalise.blogspot.com/2016/10/sword-art-online-luta-pela-vida-no.html
https://giganalise.blogspot.com/2017/04/suisei-no-gargantia-suspense-acao-e.html
https://giganalise.blogspot.com/2016/11/kono-subarashii-sekai-ni-shufukufu-wo.html
https://giganalise.blogspot.com/2018/09/high-score-girl-review-final-um-anime.html