Pix ou Paypal: giganalise@gmail.com

Por que você deveria assistir Houseki no Kuni? (Giganalise Dicas)



Com uma protagonista muito carismática, atrapalhada e de personalidade folgada Houseki no Kuni (uma das traduções seria A terra das Jóias) conta a história de um tempo talvez milhares de anos à frente do nosso onde os seres evoluíram tanto que no lugar de humanos temos criaturas em forma semelhante a nossa cujo corpo é composto por minerais. 

Essas criaturas, ou melhor, essas belas garotas em forma humana tem o corpo constituído por minerais preciosos como rubi, jadi, diamante e esmeralda e por essa razão, dependendo do impacto que sofrerem, podem ter seus corpos estilhaçados precisando de reconstrução posterior.

O ponto forte de Houseki no Kuni é o seu humor, nós acompanhamos o dia a dia de Phos (Phophophyllite, dublada por Tomoyo Kurosawa) a mais incapaz, preguiçosa e destrambelhada de um grupo de garotas sob a tutela do professor Kongo que atua como mestre e figura paterna das jovens. Phos é preguiçosa, malandra e engraçada quando fala e quando se expressa corporalmente. A ótima dublagem e a maneira como a direção de Takahiko Kyougoku produz humor com os diálogos e com os trejeitos e ações das personagens em certos momentos é brilhante.


O grupo de garotas constituído por Diamond, Cinnabar, Rutile, Jade e a poderosa e orgulhosa Bort entre muitas outras são encarregadas de vigiar os céus e combater os Lunarians e os monstros Tsukijins que desejam destruí-las mas, Phos sempre atrasada e preguiçosa em comparação as outras parece não ter função ou importância alguma e preocupado com isso o professor Kongo resolve lhe dá tarefas mais simples para ajudá-la no entanto Phos divertidamente estraga tudo se enrola toda e com isso temos muitas cenas bem engraçadas. 

Devo dizer que Houseki no Kuni não é perfeito, a ambientação incrível em vários momentos parece vazia além disso o anime é totalmente animado em 3D mas, diferente de outros títulos, a qualidade é muito boa para esse tipo de técnica. O anime parece profundamente inspirado no budismo tanto que o mestre Kongo é visualmente um monge. Com um roteiro diferente, momentos emocionantes e uma protagonista pastelona e muito divertida Houseki no Kuni encerrou-se no último dia 23 de Dezembro em um total de 12 episódios que foram produzidos pelo estúdio Orange (o mesmo que produziu dimension W e Black Bullet) e caiu demais no gosto de quem assistiu recebendo a excelente nota 8.50\10 no Myanimelist.

Comente e compartilhe aí, ajuda muito.

Confira nossos anúncios para nos apoiar.

Valeu e até a próxima.

Obs: Vídeo promocional linkado diretamente do Youtube de acordo com direitos de API.

LEIA TAMBÉM:

http://giganalise.blogspot.com.br/2017/04/kill-la-kill-frenetico-louco-e.html

https://giganalise.blogspot.com.br/2017/11/kino-no-tabi-beautiful-world-animated.html


http://giganalise.blogspot.com.br/2016/11/kono-subarashii-sekai-ni-shufukufu-wo.html

http://giganalise.blogspot.com.br/2016/10/kono-bijutsubu-ni-wa-mondai-ga-aru-uma.html